Reflexão em Essência Compartilhada

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Meu amor

Meu amor,
por ti morro
Quero morrer,
Todo dia ao não ver seu rosto,
Todo diaao não sentir seu gosto,
Todo dia morro um pouco mais sem te-la aqui.
E nestes dias, amor,
Que não te vejo,
A saudade alimenta o meu desejo,
Morro por dentro,
Perde-se o beijo,
No gosto do fel que há em minha boca.
Diogo Viana - 12:06 - 14/10/2007

Pesquisar este blog

Share |