Reflexão em Essência Compartilhada

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Ausência do sentir

"Quando me ordenas que cante,parece que o meu coração vai estalar de orgulho;e eu olho para teu rosto,e vêm lágrimas aos meus olhos."
Tagore

___________________________________________________________________

Ausência do sentir
A tanta luz que ofusca a vista
Um misto de imagens que cega os olhos.
São tantos toques que o tato
Já confuso não sabe certo o que de fato sente.
E tantos gosto na boca que seca
Já não distingue o melhor do sabor
De tanto ouvir vozes diversas,
Sons confusos e difusos
Tudo vai ficando distante
Porque o ver não significar olhar
E o tocar não é de fato sentir
Mas quando o ouvir não se distingue
só pelo fato de silenciar...
e deixar o outro falar
Então é sinal que é hora
de sair da inércia
soltar o grito de liberdade
desfazer todos os conceitos
e recomeçar com
toda força e vitalidade
que só sente quem
““ Se sente “”
Reflexo d ‘Alma

Pesquisar este blog

Share |