Reflexão em Essência Compartilhada

terça-feira, 6 de julho de 2010

Quisera...

Há um desejo em mim, que hoje não cessa.
Vem junto com um grito, que não tem força pra sair.
Desejo escrever versos, que apenas descrevam o belo.
Grito que faça reacender o lúdico que temos 
dentro de cada um de nós.
Mas acontece que  meus versos são somente reflexos.
Tons de uma alma em constante renovação ou seria revolução?
Apenas versos, parte do caleidoscopio que sou.
Cores não mais primitivas,porém já decompostas no arco íris
 que é a vida.
Reflexo d'Alma entre delírios e delírios


1° imagem do google

Pesquisar este blog

Share |