Reflexão em Essência Compartilhada

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Es con di da


Peguei a rosa escondida
No canto lá no jardim
Pensei que coisa mais linda
Vou leva-la pra mim

De fato até que podia
Sendo o jardim meu
Mas sabe fiquei com pena
Egoísmo querê-la só pra mim

Foi assim que dei um jeito
E a rosa de escondida 
Deu um jeito de fazer aparecer
O jardim como se iluminou

Essa é a diferença de quem o belo partilha
Ao invés de num só vaso um lugar enfeitar
Fica ali no jardim aos passantes com o sua beleza
Até das tristezas fazer esquecer

Sei que esses versos são verdade
Pois na janela me pus a ver
E vi o porque ali no meu jardim
Essa rosa foi nascer
Catiaho Reflexo d'Alma em domingo de re fle xão
AVISO
 que não de deve copiar pedaços de poemas ou textos sem a devida autorização do autor, esse acontecido é agressão aos direitos autorais, cabível de pena. Tenho visto até versos inteiros em blogs alheios e estou tomando as providências devidas, mas primeiro estou avisando aos que desavisados de fato são.
Catiaho Reflexo d'd'Alma em domingo de re fle xão
domingo 18110502012


Pesquisar este blog

Share |