Reflexão em Essência Compartilhada

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Apenas Considerações...



Tanta pobreza do que é chamado de espírito
Não há quem se importe de fato com o outro.
É tudo somente de boca, pura manipulação, apenas busca do interesse próprio.
Mesmo os que se dizem amigos se digladiarem em pura demagogia.
Não se diz o que não quer ser ouvido.
Ouve-se apenas o que se não faz refletir ou não vire a visão criticamente direcionada.
Tudo isso demagogia barata.
Hoje meu ser calou de forma que puxa ou trás de dentro de minhalma a dor do outro.
De fonte genuína pela dor do outro brotam lágrimas de um sentimento tão profundo do outro eu se pudesse ao colo traria até que a força da dor da perda se acalmasse, abrandasse ou se possível fosse cessasse.
O que me vai à alma é a profunda necessidade de junto com o outro apenas silenciar... enquanto os soluços ainda sacodem o corpo.
Tão bom quando seres que somos, termos nossas mãos estendidas nossos ombros pronto; bem como nosso colo a disposição sempre.
Alma livre é alma que deliberadamente se oferece em abrigo e refugio aos outro, seja ele quem seja.
Tanto quis tudo isso e nunca tive, ainda não tenho quando preciso de fato.
Tanto olhei sem receber de volta nenhum flash, ainda não recebo, não quando de fato preciso, mas esse é foco pra outro texto)
A realidade é que tanto quis e não tive ;tanto olhei e não fui vista por conta dessa falta é que entendo e que nesse tempo de dor me ponho de braços abertos e coração cheio de amor me ponho em silencio profundo , apenas chorando por sua dor.
E quando essa dor amenizar ...então o sorriso à face certamente voltará
Catiaho Alcantra Reflexo d ' Alma

Pensando em você amiga linda de tantas historias foi que compus esse texto as 20.50 durante um estudo na minha comunidade. Sabe mais cedo falava com meu amigo Tonni sobre algo meu,da minha família e comecei a chorar, ao final da conversa ele não sabia,mas eu estava aos soluços,
falei pra ele que senti uma saudade absurdo do meu pai que já se foi desde 86...
Sai logo em seguida e fui meditando,minha lágrimas não eram por
mim,nem por meu pai,eram por você e sua irremediável perda.
Saiba que sua dor me diz respeito.
“Força” !
Que a saudade fica pra sempre, mas essa dor um dia Deus ameniza.
Essa foto é como se você pudesse estar no meu colo através de sua arte....
Te adoro.
Catiaho Alcântara 24/06/09

Pesquisar este blog

Share |