Reflexão em Essência Compartilhada

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Minh'Alma Poeta busca

Não vou enganar ninguém
Muito menos a mim
Com meias Verdades
Ou pior ainda com Inverdades
Procuro alguém que não questione
minh'alma poeta
Ando cansada 

de pré e sub julgamentos
com sentença já decidida
Sigo na busca de alguém
Que não tente me obrigar 

a seguir regras suas
Sei que posso ter esse direito
Que não é um grito
Muito menos um espasmo
Mas sim algo perto de um orgasmo
Procuro sim 

não me envergonho de dizer
que não encontro
Porque todos
que por meu caminho passam
já tem regras próprias e as
desejam impingir
Mas não a mim
Ainda que seja utópico
vou continuar a busca
Isso não a ver com fé
nem com existencialismo
mas sim com
Liberdade
Posso não encontrar nunca
alguém assim
porém terei tentado
e isso já 

me é alguma coisa.
Catiaho Reflexo d'Alma 15:01 04 de outubro de 2011

Pesquisar este blog

Share |