Reflexão em Essência Compartilhada

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Canto de Alegria


Pelo mundo caminhando
Vou levando meu amor
Desejando que pra longe
Seja levada a  dor
Desejo que o   desamor
Com  desapego tenha  sua paga
E quem nega amar ao outro
Que em sua  solidão feliz   seja
Penso que vivemos um tempo Novo
Onde a Poesia ao redor ciranda
Esse é meu canto de alegria
A quem desejar
Que o entenda
Assuma corajosamente
Esse  viver em cores e sons
É um belo desafio
Pra um  tempo novo
Que a nosso redor ronda

Catiaho Reflexo d'Alma  entre Sonhos e Delírios
0732 de 0401013

Pesquisar este blog

Share |