Reflexão em Essência Compartilhada

segunda-feira, 10 de março de 2008

RACUNHO


2 fev
Plenitude é esse poema que fiz pra alguém especial :Há um pouco sempre
Há um pouco sempreHá um pouco de mim espalhado por ai.Mas há muito de você na mulher que sou hoje.Minhas atitutes tem a marca de sua irreverênciaAinda que não se veja assim.O meu brilho tem o brilho que vejo nos teus olhosEngraçado que acho que nem sabe disso.Mas sou como sempre deveria ter sidoSigo por caminhos que nem sabeMas deixou a trilha pra que eu seguisse.Há muito de você sempre no aroma que me segueMas engraçado é que nem sei que perfume usa,Mas sei que é sua essência, sinto.Sou quem sempre quis serMas nunca ousei me imaginar sendoHá muito mas muito de você em tudo que pensoNas ideias que assimiloNos projetos que idealizoVocê mesmo nem imagina isso.Pensa que nem sequer passa no meu caminhoMas nossas linhas seguem paralelasUm percebendo e vendo o outro sempre.Ha um pouco de mim espalhado por aiE há muito de você em mim com certeza.Sou um pouco de você em tudoSempre.Catiaho AlcantaraEsse poema dedico a uma pessoa que viveum momento atual especiale que um dia me viu como sou,foi embora fugindo mas voltou,e hoje nos projetamos alem de nós mesmos espalhando nossa arte.Cada um na sua area mas sempre com o olhar fixo um no outro.Reflexo d'Alma 04/12/07 0737hs

Pesquisar este blog

Share |