Reflexão em Essência Compartilhada

sábado, 22 de março de 2008

Vontades

Minhas vontades de mim fogem com certa frequência
Mesmo em poemas e versos tenho vontades ao inverso
Se hoje no céu reina a lua meu sonho é brilho do dia
Assim sigo percebendo esse débil proceder.
Se hoje meu ser se derrama e de sonhos me ponho a escrever
A alma me arrebata depressa e de realidade venho me encher
Por vezes me encho de coragem e decido que vou sobreviver
Bem rápido e medo me invade e logo tenho vontade de me esconder
Me sinto assim gente covarde bem pouco consigo me perceber
Mas sigo opostos seguindo
Lutando bravamente pra não deixar de florescer
e minha vontade se perder ...


Catiaho Alcantara/Reflexo d’Alma 22 de março de 2008 00.34

Pesquisar este blog

Share |