Reflexão em Essência Compartilhada

domingo, 25 de julho de 2010

Conclamando o lado poeta

Quanto poeta sou irresponsável,
Não tenho limites,
muito menos medos.
Subo na mesa pra  dizer um poema,
giro nos calcanhares 
pra acertar o passo da musica
enquanto deixo 
as cintura serpentear.
Aprendi a gargalhar ao invés  
de somente sorrir.
Algumas vezes ate faço piada.
Sem necessidade de senso
a vida segue sem cuidados.
Poeta de fato, muito tem a ver
 com o palhaço verdadeiro;
que nunca por nada ,nem ninguém 
se deixa aprisionar.
Já meu lado escritora ...
bem esse deixemos guardado
pra que continue
em mim a
amadurecer.
Posso a data comemorar,
mas conclamo o lado poeta
pra  que venha , 
assumumindo
me domine, me embebede, 
me agite,me possua,
me faça perder 
definitivamente  a noção 
e me dominando
em palavras
me faça delirar...
E convido a quem ouse,
 que  venha,
mas em atitude de Poeta
 comigo 
o dia do Escritor Celebrar.
Catiaho Alcantara entre sonhos e delírios

Pesquisar este blog

Share |