Reflexão em Essência Compartilhada

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Inesquecível chama

Tanto desejo envolto de uma negação  tão sem medida.
Esperança de uma liberdade que já não existe
Porém que se espalha por fios 
que se arraigam por por onde possível seja.
Tal qual  sementes que lançadas em pedras
sobrevivem.
Nada há de dolo, de  falta de senso.
Talvez purpurina de carnaval
ou chuva de estrelas
que passam deixando seu rastro
em brilho
e luz.
Desejo é algo assim.
Perfeito se satisfeito.
Perfeito ainda se contrafeito.
Mas inesquecivel chama 
que mantém
 o Ser ao ser
Aceso

Pesquisar este blog

Share |