Reflexão em Essência Compartilhada

sábado, 28 de julho de 2012

Versos de hoje


Tantas palavras ecoam
Nessa alma poeta
Versos surgem sem parar
Trazendo poesia na certa
Coisa boa sentir a brisa
Ouvir dos pássaros o cantar
Pisar na areia quando a noite
 Há bem pouco se fez dia
Não ignoro a dor da realidade
Dos que sofrem solidão
Ou daqueles pobrezinho
Que da vida não fazem canção
Entendo a dor do outro
Mas a vida vem devagar me mostrando
Que cada tem sua sina
A minha é viver encantada
Cercada de toda gente
Mas sempre de braços dados
Eu poeta e meus versos  em poesia
Catiaho Reflexo d'Alma entre sonhos e delírios

Pesquisar este blog

Share |