Reflexão em Essência Compartilhada

sábado, 28 de julho de 2012

Quando há Harmonia entre o Sagrado e o Profano


Quando consciente se peca
Por obrigação logo se pede perdão
Pra que em paz boca receba o beijo
As línguas estremeçam só na intenção
Enquanto as mãos percorram um do outro
O corpo sem qualquer vacilação
Não há receios ou pressa
Há na verdade  libertação
Um corpo pede o outro
As pernas se abrem sem necessidade
Que se  peça permissão
Um no outro se completa
No ato que eleva ao máximo
Aquelo que recebe nome tesão
Ambos querem e se 
Permitem explodir no mesmo momento
Tudo vira pura energia
Entrega e satisfação
Então acontece a mistura
Da santidade com a tal profanação
É essa mistura  que acende  seres
Que sem  limites ao outro se entrega
A total 
Sa
Tis
Fa
Ção
Reflexo d'Alma entre delírios e delírios
iluminados pela noite de domingo
2021050120128

Pesquisar este blog

Share |