Reflexão em Essência Compartilhada

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Deserto de nós


Na rua deserta da Minh’ alma
Tua alma de pedra caminha meu chão.
Dos rios que outrora banhavam tua orla
Hoje é deserto ressequido, solidão.
Minh’ alma?
Continua de ruas desertas
 Sem esperas de mansidão.
Tonni Lima

Pesquisar este blog

Share |