Reflexão em Essência Compartilhada

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Re Esperança



É
Tanto tempo
Tanta  perda
Tudo que  vento leva
É
Mas há no peito da gente
Não deixo que o vento te leve para longe de mim....
Tantos  segredos  engavetados
Palavras que não saem
Nossos desejos secretos
Tanta saudade emaranhada
E amor
De amar
Que os risos   não são sorrisos
São a expressão da nossa alma
Mas a vida é sempre vida
E você  parte  da falta  sentida.
Vivê-la
 Em prazer

Catiaho Reflexo 2209 de 1812012

Pesquisar este blog

Share |