Reflexão em Essência Compartilhada

quarta-feira, 28 de maio de 2008

Poemas pra Anndre entre sonhos e delírios

Horizonte
De olho na linha que fixa o marco
Me ponho a pensar e sonhar então
Não sei o que posso depois de la encontrar
Mas é certo que o mundo se estende alem...do alem...
Seja o que vier depois apenas um nome encontro:FUTURO
Também sei que não tenho domínio sobre
Apenas instinto de seguir e seguir
E essa caminhada não sigo sozinho.
Vou eu , vai você ,vamos nós e outros mais
Mesmo que a noite densa escuridão mostre
Não temo , sigo dia a dia , noite a noite...
Seja la o que me espera depois
Estou pronto
E sigo e sigo
Persisto.
De mim e do que é meu
Nunca desisto.
E de olho no horizonte insisto
E de sonhar não deixo nunca não
Catiaho Alcantara 28 de maio de 2007 20.14


Percepção
Meus olhos se fixam mas não conseguem ver
Minha mente se esforça mas não consegue pensar
O tato se nega e não sente
A boca se tranca pra não dizer palavra demente
Mas alma que alerta se mantém
Me mostra que tudo segue alem
Preciso crer acima da razão
E ver muito alem da visão
Criar com a mente tantas e tantas soluções
Pegar o que quero sentir com o coração
E boca se abrir em busca do grito perdido
Então a alma se embala em pleno salão
E festa acontece com mais satisfação
Viver e mais que seguir a agenda
Ou pender a pressão
Viver e sorver o hálito da vida
Amar sem medida e se entregar a emoção
Bailar e bailar
Sonhar é exercer da liberdade em ação
Catiaho Alcantara 28 de maio de 2008 20.25

Pesquisar este blog

Share |